O site está indisponível

A nossa rede de distribuição não chega ao Internet Explorer.

Aceda com: Google Chrome, Microsoft Edge, Mozilla Firefox ou Safari.

confirmar

Utilizações do gás natural

Aquecimento de ambiente

O conforto a baixo custo

Independentemente do setor da indústria, das necessidades específicas da sua atividade ou do nível de exigência dos seus clientes, o aquecimento de ambiente a gás natural é a solução que oferece vários níveis de desempenho e uma redução significativa dos seus custos energéticos mensais.

As modernas técnicas de aquecimento a gás natural permitem economizar até 50% comparativamente com os sistemas tradicionais e são limpas, silenciosas, flexíveis e simples.

Soluções de aquecimento a gás natural

  • Aquecimento central
  • Painéis radiantes
  • Aquecimento por convecção

Através da utilização de uma caldeira de elevado rendimento (tipicamente de 90% ou mais), esta solução de aquecimento central, além de permitir o fornecimento de água quente ao simples abrir de uma torneira, aquece a água que circula em circuito fechado nos radiadores ou convetores que compõem o sistema, proporcionando assim um ambiente confortável à temperatura escolhida.

A grande vantagem deste sistema está na poupança económica. Sendo muito mais barato do que qualquer outra forma de energia, o gás natural reduz significativamente a sua despesa energética, pois permite reduzir os custos da potência elétrica contratada, através da transferência de consumos.

O aquecimento através de pavimento radiante (aquecimento por radiação) é outro sistema possível de utilização do gás natural que permite obter uma importante redução na fatura energética no aquecimento de espaços de elevado pé direito, tais como: oficinas, infraestruturas desportivas, armazéns, naves industriais, grandes superfícies, entre outras.

As vantagens económicas são aqui duplicadas. É utilizada uma energia de baixo custo, que permite obter economias de energia até 50%, comparativamente com sistemas tradicionais de aquecimento por convecção de ar quente, e não é necessário aquecer toda a massa de ar do local para atingir as condições de conforto térmico.

Estão disponíveis no mercado dois tipos de sistemas de aquecimento radiante a gás natural:

  • Tubos radiantes - Neste sistema de aquecimento a combustão é feita por um queimador situado na entrada do tubo, cujos produtos de combustão são forçados a percorrer os tubos, pela força de sucção produzida pelo ventilador colocado na outra extremidade. É indicado para aquecimento de locais de altura média (4 m a 8 m), com grandes áreas, bem ou mal isoladas e de grande versatilidade.

As suas vantagens são:

  • Economia de energia de 20% a 50% relativamente às “técnicas de ar quente centralizado”;
  • Locais sem correntes de ar;
  • De fácil instalação;
  • Manutenção simples;
  • Fraca inércia térmica;
  • Eficácia ótima: 150 W a 200 W/m2 a aquecer;
  • Gama de potência: 12 kW a 38 kW (simples), 15 kW a 30 kW (sistema em série);
  • Rendimento global: 88% a 100% do Poder calorífico inferior (PCI).
  • Painéis radiantes - Nesta solução, a combustão é realizada na periferia dos canais calibrados e à superfície das placas cerâmicas, que ficam incandescentes emitindo a radiação infravermelha pretendida. Os painéis radiantes são indicados para o aquecimento de locais com pé direito superior a 7 metros, pouco estanques ou semiabertos e que não necessitem de extrair os gases de combustão.

Ao nível de prestações, os painéis radiantes permitem alcançar dois rendimentos diferentes:

  • Rendimento de 100% do PCI – Poder calorífico inferior (evacuação dos produtos de combustão no interior do local a aquecer);
  • Rendimento de radiação (percentagem do calor total emitido sob a forma de radiação) de 55% a 65%, sendo o resto do calor fornecido em convecção.

Quer se opte pela solução de aquecimento radiante através de tubos radiantes ou através de painéis radiantes, as vantagens são inúmeras:

  • Redução da fatura energética;
  • Conforto - funcionamento silencioso, disponibilização do calor quando é necessário, melhor clima de trabalho;
  • Aumento de produtividade - evita o levantamento de poeiras, libertam espaço no solo, os equipamentos funcionam em condições ideais de operação;
  • Versatilidade - possibilita o aquecimento total ou parcial de um espaço e a temperaturas diferentes, pode ser ampliado em qualquer momento, aplica-se a situações específicas (tratamento de animais, aquecimento de esplanadas);
  • Manutenção simples - a elevada fiabilidade e as reduzidas necessidades de manutenção destes sistemas resultam da simplicidade da sua construção.

Este tipo de aquecimento apresenta diversas opções no mercado:

Aerotérmicos de água quente

Este sistema de aquecimento baseia-se na troca indireta de calor. Um gerador aquece um fluído intermédio que em seguida é encaminhado para aerotérmicos; o fluído cede, por troca, uma parte do seu calor ao ar ambiente, sendo indicado para o aquecimento global de locais de altura média.

Instalação: um aparelho por 200 m2 a 500 m2 de acordo com a potência.
Gama de potência: 10 kW a 300 kW.
Rendimento em função do gerador (por vezes calor de recuperação).

Geradores de ar quente a gás natural

Com excelente isolamento, adaptam-se especialmente às construções estanques. As suas melhores performances são:

  • Instalação: um gerador por zona (de 1000 m2 a 3000 m2 em média);
  • Simplicidade;
  • Eficácia;
  • Possibilidade de difusão por conduta.

Gama de potência: 120 kW a 1200 kW (200 a 4500 para os aparelhos de alta temperatura).
Rendimento global: 85% a 90% do PCI - Poder calorífico inferior.

Geradores de ventilação temperada

Os geradores de ventilação temperada são utilizados diretamente por “plenum” ou sistemas de condutas. Neste sistema o ar é aquecido diretamente pelos produtos de combustão, saídos de um queimador com fluxo de ar. No Verão, depois da paragem do queimador, é possível manter a ventilação e associar a instalação de um humidificador. São indicados para ventilação e aquecimento de locais que exigem grande renovação de ar.

Gama de potência: 50 kW a 2000 kW.
Rendimento global: 100% do PCI.

Aerotérmicos de gás

O aparelho produz o seu próprio calor no local de utilização eliminando-se, assim, qualquer perda da distribuição, da regulação e da afinação. O ar é aquecido num permutador cujo circuito é percorrido pelos produtos de combustão do gás natural. Os aerotérmicos de gás são indicados para aquecimento global de locais de pequena ou média altura, estanques e bem isolados, e apresentam as seguintes vantagens:

  • Economia;
  • Instalação: um aparelho por 200 m2 a 400 m2, de acordo com a potência;
  • Eficácia;
  • Boa ventilação dos locais;
  • Conforto;
  • Pouco atravancamento;
  • Gama de potência: 20 kW a 120 kW;
  • Rendimento global: 80% a 90% do PCI.

Pavimentos aquecidos

Este tipo de aquecimento, totalmente invisível, apresenta a grande vantagem de libertar os espaços ao máximo. A água (fluído térmico a baixa temperatura) circula num reservatório de tubos envolvidos numa capa de cimento emissora de calor, garantindo uma sensação de conforto térmico.

Apresenta as seguintes vantagens:

  • Discrição;
  • Eficácia;
  • Conforto (distribuição ideal das temperaturas pelo corpo humano);
  • Ausência de movimentação de ar;
  • Rendimento excelente com uma caldeira de condensação.

Aquecimento de exteriores

Explorar os espaços exteriores durante as estações frias, proporcionando uma excelente sensação de conforto térmico aos seus clientes, é agora possível com os aquecedores de exterior a gás natural. Com materiais anticorrosão concebidos especialmente para o exterior, os aquecedores cobrem uma área circular entre 2,5m e 5m, dependendo das condições climatéricas.

Regulação do calor, ignição da chama piloto pela piezo-ignição e termóstato de segurança, são algumas das características que tornam este tipo de equipamentos seguros, flexíveis e de fácil utilização.

Outras utilizações

Cogeração a gás natural

Uma aposta importante para a competitividade no setor industrial.

Climatização a gás natural

Resposta a necessidades de aquecimento, refrigeração ou mistas.

Tem dúvidas?

Ligue 808 100 900 / 222 426 200 (Atendimento ao Cliente, dias úteis das 09h00 às 21h00).