O site está indisponível

A nossa rede de distribuição não chega ao Internet Explorer.

Aceda com: Google Chrome, Microsoft Edge, Mozilla Firefox ou Safari.

confirmar

Utilizações do gás natural

Aquecimento de banhos e líquidos

Aquecimento de banhos industriais

Tubos compactos imersos

O tubo compacto imerso é constituído por três partes: um queimador de pré-mistura, uma câmara de combustão e um tubo permutador de pequeno diâmetro. É indicado para aquecimento de banhos latentes e para a produção de água quente.

Principais caraterísticas:

  • Ausência de fluído térmico e transformador intermediário;
  • Autonomia;
  • Grande adaptabilidade (espessura de tubo permutador);
  • Rapidez de aquecimento do líquido;
  • Perfeita homogeneidade das temperaturas;
  • Baixo custo de funcionamento;
  • Automatização.
  • Gama de Potência: 50 kW a 800 kW.
  • Rendimento global: 90% a 96% do PCI

Caldeiras de fluídos térmicos

 

As caldeiras de fluídos térmicos permitem atingir altas temperaturas, sendo possível obter grande precisão na sua regulação. Duas das vantagens deste tipo de caldeiras são a ausência de calcário e de corrosão. A instalação para fins específicos não está sujeita à legislação para os aparelhos sob pressão.

 

Gama de Potência: 80 kW a 7.000 kW.

 

Caldeiras de tubo de água de vaporização instantânea

 

Os banhos são aquecidos diretamente por injeção de vapor ou por permutadores tubulares imersos nos banhos e alimentados pelo vapor. Estas pequenas caldeiras de circulação forçada oferecem capacidades de 100 Kg/h a 7.500 Kg/h de vapor (70 kW a 5.000 kW). Podem ser colocadas diretamente nos locais de utilização, revelando-se uma solução interessante quando, num mesmo local, vários banhos de fraca capacidade necessitam de ser aquecidos.

 

Principais caraterísticas:

  • Rapidez de aquecimento dos banhos;
  • Autonomia dos postos alimentados;
  • Fraco volume de água da caldeira;
  • Potência total em menos de 4 minutos;
  • Boa relação produção/volume ocupado.

Este tipo de caldeira pode ser colocada diretamente nos locais de utilização, revelando-se esta solução interessante quando, num mesmo local, vários banhos de fraca capacidade necessitam de ser aquecidos.

 

Potência absorvida: cerca de 700 kW por tonelada/hora de vapor.
Rendimento: 90% do PCI.

 

Produção de água quente: hidro-acumuladores a gás

 

O aparelho é constituído por um balão que contém permanentemente água quente, seja por meio de um permutador tubular equipado com um queimador de ar insuflado, seja através de um tubo compacto imerso. Diminuição das potências instaladas e oferta de grandes quantidades de água quente são duas grandes vantagens dos hidro-acumuladores a gás.

Para produção de água quente até 105ºC obtém-se cerca de 35% de economia de exploração relativamente a uma solução de gás com aquecimento a vapor centralizado.

 

Gama de potência: 100 kW a 1.000 kW.
Rendimento global: 93% do PCI.

 

Geradores de água quente por condensação

 

Este tipo de geradores permite recuperar o calor latente da condensação do vapor contido nos produtos de combustão. Esta recuperação efetua-se pela troca em contracorrente água fria-fumos. Daqui resulta a produção semi-instantânea de água quente até 95ºC.

Este equipamento tem excelentes performances com alimentação de água fria, tendo ainda a vantagem de não haver contacto entre líquido e fumos.

 

Gama de potência: 40 kW a 900 kW.
Rendimento global: 105% do PCI.

Outras utilizações

Produção de vapor e secagem

Soluções para grandes volumes de vapor.

Climatização a gás natural

Resposta a necessidades de aquecimento, refrigeração ou mistas.

Tem dúvidas?

Ligue 808 100 900 / 222 426 200 (Atendimento ao Cliente, dias úteis das 09h00 às 21h00).